Atacante é o que mais representou o Mecão dentre os atuais atletas do clube. Foto: Raffa Tamburini/America Rio

07/09/2015
Marcelinho completa 50 jogos com a camisa do Mecão

Um dos jogadores mais exaltados pela torcida americana, Marcelinho completará 50 jogos com a camisa do America na próxima quarta (9/9), contra o Macaé. Apaixonado e identificado pelo clube, o atleta - o que mais atuou pelo Rubro do atual elenco - vai atingir a marca após ter sido essencial no título da Série B do Estadual de 2015 - torneio no qual, inclusive, marcou um dos gols do título. Aguardando ansiosamente o terceiro jogo dos rubros na Copa Rio, que vai acontecer às 15h, no Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, Marcelinho expôs sua alegria com a marca e seu carinho com o Mecão.

- Esses 50 jogos me deixam cheio de orgulho, pois não é fácil, no futebol de hoje, você ficar um tempo maior em um clube e atingir essa marca. Fico emocionado em falar do Rubro, que confia plenamente no meu trabalho. Hoje o America representa minha vida. Este é um clube que abriu as portas para mim e me deu a oportunidade de novamente ser campeão na minha carreira. Sou muito grato por isso. O clube tem feito um trabalho maravilhoso nesse tempo em que estou aqui. Ele nos dá total condição para trabalhar e só posso agradecer o apoio de todos, do presidente ao porteiro - comentou.

Aos 36 anos, Marcelo Henrique de Aguiar Quarterole quer permanecer no America por mais algumas temporadas, pois tem a intenção de encerrar sua carreira no clube. Alguns dos motivos que o inspiram a desejar isso é o tratamento que recebe dos torcedores do Rubro, a possibilidade de seguir atuando em clube de tradição, como é o Mecão, e a felicidade que sente por ser jogador do America. Alegria que se completaria com a extensão de seu elo com o clube no futuro por meio de seu filho, que espera ver atuando pelo Rubro.

- A torcida do Mecão é maravilhosa, me dá o maior apoio e nos ajuda nas partidas. Por este e outros motivos tenho vontade de encerrar minha carreira no America. Sou feliz no Mecão. Jogar no time da minha cidade, com a tradição que o America tem, não tem preço. E a minha alegria futura seria ver meu filho Kaique vestindo o manto do Mecão. Levo sempre ele nos treinos para ir se ambientando (risos) - concluiu o jogador americano.

Treinos, retorno e próximo duelo

Cerca de duas horas de treinos marcaram o início dos trabalhos semanais do America. Na manhã desta segunda (7/9) o elenco rubro realizou treinamentos técnicos - finalizações -, físicos e disputou um coletivo no Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita. As atividades contaram com a presença de Taércio, capitão dos rubros no título do Estadual, que voltou a treinar sem limitações após se recuperar de dores na panturrilha direita. Na terça (8/9), também no período matinal, o America vai realizar seu último treinamento antes de enfrentar o Macaé, às 15h de quarta (9/9). Tanto o treino como o embate, válido pela terceira rodada da primeira fase da Copa Rio, vão acontecer no GC.