25/05/2017
Informe sobre a liberação do estádio Giulite Coutinho

Em atenção à torcida americana, que aguarda ansiosamente pelo início do Campeonato Estadual, e à população mesquitense e da Baixada Fluminense, que também vibra com as partidas do clube em seu Estádio, vimos por meio desta informar e esclarecer as razões para o adiamento da liberação do Giulite Coutinho para a realização de partidas oficiais, não apenas do Campeonato Estadual, mas também do Campeonato Brasileiro, já que o Fluminense pretende mandar muitas de suas partidas no local.
Por decisão da Prefeitura Municipal de Mesquita, a concessão do Alvará de Funcionamento do Estádio Giulite Coutinho está condicionada ao posicionamento do Ministério Público, em função de exigências feitas a partir do Inquérito Civil 63, aberto em 2010, pela Promotoria de Proteção ao Idoso e à Pessoa Portadora de Deficiência, do Núcleo de Nova Iguaçu.

É importante ressaltar que o America, juntamente com o Fluminense – que também é parte interessada -, vêm buscando de todas as formas atender às exigências feitas pelos órgãos públicos para a liberação de seu Estádio para competições da FERJ e da CBF. A começar pelo acordo de financiamento de sua dívida de IPTU, cujo atraso remonta a 2007. Após negociação com a Prefeitura, o clube conseguiu parcelar sua dívida em 60 vezes, e com isso voltou a ficar adimplente com sua obrigação fiscal com a municipalidade de Mesquita. Mas para a liberação do Estádio, a Prefeitura Municipal de Mesquita optou por aguardar o posicionamento do Ministério Público, tendo em vista a vigência de um Termo de Ajustamento de Conduta - TAC, que somente de forma parcial pôde ser atendido pelo America.

Por essas razões, informamos que, lamentavelmente, a primeira partida do Campeonato Estadual da Série B e, possivelmente a segunda, nas quais o America será mandante (previstas, respectivamente, para os dias 31 de maio e 07 de junho) não poderão ser realizadas no Giulite Coutinho. Essas partidas deverão ser ocorrer no Estádio Nivaldo Pereira – Artsul.

Atenciosamente,
Léo Barros Almada.
Presidente - AFC




COMPARTILHE: