29/05/2017
Minha missão é passar tranquilidade para a minha equipe”, destacou o capitão Ramon.

Os rubros voltaram aos treinos nesta segunda-feira (29), e o capitão Ramon comentou sobre estar ciente da responsabilidade que lhe concederam: ser o capitão do America na busca pelo retorno à elite do Estadual.

- Encaro essa responsabilidade com muita tranquilidade, sabendo que tenho a função de passar confiança para minha equipe, até porque temos um grupo muito unido e não sou o único. Temos outros capitães, dentro e fora de campo, e que acabam assumindo essa responsabilidade junto comigo. Dentro de campo precisamos ter um diálogo bem compreensivo com a arbitragem e com os outros companheiros, e meu espírito de liderança acaba facilitando " – relatou.

O zagueiro de 34 anos destaca alguns pontos que poderiam ter mudado o resultado de estreia. Apesar da ansiedade, reconhece que o time devia ter sido um pouco mais ofensivo.

- Mesmo com um pênalti não assinalado, - um lance crucial que poderia ter mudado a história do jogo -, faltou um pouco de ambição na hora das conclusões e precisávamos acreditar mais em nossa capacidade de finalização. Em alguns momentos deixamos de ser agressivos” - destacou Ramon.

O capitão rubro se mostra preparado para enfrentar qualquer tipo de pressão e garante aplicação na busca pela primeira vitória na competição.

- Nossa expectativa para esse confronto contra o Audax é a melhor possível. A derrota (contra o Barcelona) está servindo de lição para que possamos buscar um resultado positivo. Sabemos que não vai ser fácil pela qualidade da equipe que vai nos enfrentar. Tive oportunidade de jogar com alguns atletas que estão lá e sei que eles virão com o mesmo objetivo que o nosso, que é buscar a vitória” - concluiu.


Ao longo do campeonato, o zagueiro Ramon usará a faixa de capitão com a letra "A", em homenagem à Alex Kamianecky, ex-jogador e ídolo do clube.


- Departamento de Comunicação - AFC



COMPARTILHE: