Centroavante já fez quatro gols no Estadual (Marcio Menezes/ America Rio)

08/09/2017
Itaboraí, rival familiar para o atacante Welber

O atacante Welber é, dentro do elenco americano, quem tem mais ligação com o Itaboraí, rival do Mecão na finalíssima da Taça Corcovado, neste sábado, em Bacaxá. Foi na equipe da Região Metropolitana que ele viveu ótimo momento em 2016, marcando nove gols na Série B do Estadual e despertando o interesse de outros clubes. Acertou com o Resende, que o emprestou ao America para esta Série B1.

No Mecão, Welber faz um bom ano e é uma arma ofensiva importante. Atuou até aqui em 18 jogos, sete deles como titular. Marcou quatro gols e deu três assistências para outros três.

Conhecedor da gestão e do elenco da ADI, ele não se mostrou surpreso com a boa campanha.

- Desde a época em que eu estive por lá eles já vinham montando bons elencos, trabalhando direito. Fizeram por merecer agora no segundo turno e estão na decisão com a gente, mas espero que nós possamos sair com a vitória.

O tempo em que atuou no Itaboraí torna o centroavante um raro “especialista” sobre o rival de sábado.

- Passei para nossa comissão o que eu conheço dos jogadores com quem eu atuei quando eu estava lá, mas muita gente da CT também conhece bem o lado de lá.

Perguntado se o peso da camisa rubra pode fazer diferença na final, Welber diz que sim, mas faz uma ressalva.

- Pode, sim. Mas a gente tem de se impor. Se a gente chegar lá e não mostrar o nosso valor, não adianta – ressalta o jogador, que espera um rival comedido.

- Acho que eles vão vir com respeito, acredito eu. A equipe que errar menos vai sair vitoriosa.

- Departamento de Comunicação - AFC




COMPARTILHE: