Meia participou de 80% dos últimos gols do time (Marcio Menezes / America Rio)

18/01/2018
Meia Léo Franco ilustra a evolução da equipe rubra

A mineirice de Léo Franco, nascido em Ituiutuba, no oeste do estado, é notória no dia a dia americano. Discreto, mas extremamente focado, o meia mostrava-se chateado com os maus resultados e o desempenho pessoal. Felizmente, como todo o time, ele entrou numa crescente fundamental para que o Mecão faça um belo papel na disputa do Grupo X e sepulte qualquer chance de rebaixamento. O início da tarefa será este sábado, contra o Resende, fora de casa.

Dos últimos cinco gols feitos pelo Mecão (três contra o Macaé e dois contra a Cabofriense), Léo Franco participou de quatro deles, dois de maneira direta. Para o jogador, mudar a atitude foi essencial para que o time mostrasse a evolução apresentada.

- Conseguimos começar a evoluir e com isso a confiança volta junto, e tudo vem de uma mudança de atitude. Todos nós temos apresentado um desempenho melhor - destacou o jogador.

Além das demandas táticas pedidas pelo treinador, voltar a participar com efetividade da criação de jogadas é algo fundamental para o desempenho de um jogador de seu setor. Os acertos valem como os gols para os atacantes.

- Claro que nós, do meio, também temos que chegar na área para fazer os gols, mas nossa característica principal é servir os companheiros de frente - ressaltou.

Léo esteve em campo no jogo contra o Resende e pede concentração total para que o Mecão surpreenda o rival em seus domínios.

- É ter atenção durante o jogo todo. É uma grande equipe e nos impôs muitas dificuldades quando atuamos lá. Precisamos manter o foco das duas ultimas partidas.

De saída
Os volantes Guaraci e Diogo Alves solicitaram desligamento do clube e ambos tiveram seus contratos rescindidos.

- Departamento de Comunicação - AFC