A Rainha do Samba era fervorosa americana (Divulgação)

17/04/2018
Nota de pesar: Dona Ivone Lara, cantora e compositora

O America deu adeus na noite desta segunda-feira a uma de suas torcedoras mais conhecidas. Dona Ivone Lara, 97, a Rainha do Samba, estava internada desde a última sexta-feira (13), devido a um quadro de insuficiência respiratória, no CTI de um hospitalno Leblon, Zona Sul do Rio. Ela sempre foi uma americana declarada.

O corpo de Dona Ivone Lara será velado nesta terça na quadra da escola de samba Império Serrano.

Guerreira
Ser mulher e sambista foi um grande desafio para a Grande Dama do Samba, que passou por preconceitos e desafios para se estabelecer no mundo da música. O "Dona" incorporado ao foi um justo reconhecimento oriundo da admiração da classe artística a toda a sua trajetória.

Entre seus maiores sucessos, destaque para “Sonho meu”, que, através da voz de Maria Bethânia e Gal Costa, estourou nas paradas nacionais. Além disso, ela foi a primeira mulher a cantar um samba-enredo, pelo Império Serrano e compôs diversos clássicos como "Força da Imaginação", "Acreditar", "Candeeiro de vovó" e "Sorriso Negro".

O America Football Club declara luto oficial de três dias pela perda tão significativa, presta condolências a familiares e amigos e envia uma coroa de flores como singela homenagem a esta figura tão querida.


- Departamento de Comunicação - AFC




COMPARTILHE: