Tiago soma 72 jogos pelo clube (Marcio Menezes / America Rio)

13/09/2019
Tiago Corrêa destaca a força do plantel e mira decisões na Taça Corcovado

Tal como o America na Série B1 do Estadual de 2019, Tiago Corrêa é persistente e determinado. O time rubro, depois de tropeços inesperados no início da Taça Corcovado, venceu quatro jogos seguidos e voltou à luta pela conquista do returno. Tiago também mostra sua força trabalhando com afinco e ganhando espaço na equipe de Ney Barreto com belas atuações na volância, posição favorita do polivalente jogador.

Nessa balada de decisões, o America mira o desejado acesso. No melhor quadro, este poderia vir até daqui a quatro jogos, caso o time conquiste também a Taça Corcovado. O espírito guerreiro tem se ser mantido para alimentar essa esperança.

- O nosso objetivo é esse. No primeiro turno, foram cinco vitórias nos jogos finais que nos fizeram chegar ao titulo e agora estamos vivendo algo semelhante. Sábado tem outra decisão e estamos nos preparando para fazer o melhor e conquistar os três pontos - ressaltou Tiago.

A força do grupo, inegavelmente, vem fazendo a diferença para que o Mecão tenha os bons resultados obtidos até aqui, com direito ao título da Taça Santos Dumont e o maior somatório de pontos (33) entre os 19 participantes. Neste returno, o elenco tem sido amplamente utilizado: 24 atletas diferentes entraram em campo.

Essa rotatividade, na opinião do volante, tem sido positiva e importante para os bons resultados.

- Acho que o plantel que foi formado é muito qualificado e equilibrado, então o treinador sabe que pode contar com todos. Essa força permite que os atletas que entram em campo estejam sempre no seu melhor fisicamente. Isso acontece justamente na parte final da competição, quando há muitas equipes que já estão sentindo um pouco desse desgaste - explicou Corrêa, confiante na preparação da equipe:

- O grupo está muito focado e a nossa boa preparação vem do dia a dia. A gente treina com muita dedicação, estuda os adversários e vai para os jogos com atitude e fé. Assim buscamos colher o que plantamos.

Pelo America, o jogador já tem uma história considerável. São 72 partidas, dois acesso e três taças, incluindo o título da B1 2018. Apesar de toda a vivência, Corrêa não vê receita para andar bem numa competição tão disputada.

- A primeira vez que joguei a Série B foi em 2015 e de lá pra cá fui campeão de turno ou returno, mas nem sempre o acesso veio. Cheguei no América em 2017 e, graças a Deus, sempre conseguimos o objetivo final: o acesso. Para conquistarmos um novo título e um novo acesso, não há palavra mágica ou segredo. O foco está no trabalho que está sendo realizado por todos os envolvidos no processo, desde o planejamento realizado pelo MAT e pelo presidente.

O Mecão encara o Itaboraí neste sábado, 15h, no Alzirão.

- Departamento de Comunicação - AFC




COMPARTILHE: