Volante já treina normalmente (Marcio Menezes / America Rio)

14/12/2019
Corrêa retorna aos campos antes do previsto e está pronto para o Estadual

Metade do segundo tempo do jogo-treino contra o Boavista, na última quarta-feira, dia 11. Entra em campo o volante Tiago Corrêa. Seria uma cena absolutamente natural se o jogador não tivesse sofrido uma séria lesão na fíbula direita no dia 21 de setembro, quando o America venceu o Duque de Caxias por 3 a 0 na semifinal da Taça Corcovado.

O fato - que se repetiu no treino do dia seguinte, contra o Profute, e neste sábado, contra o Volta Redonda - é motivo de muita felicidade para o atleta, que vivia ótimo momento e está novamente à disposição do técnico Ney Barreto muito antes do que os prognósticos iniciais.

Tiago comemora o retorno e mostra sua gratidão a algumas pessoas nesse processo de recuperação.

- Acredito que Deus tem sempre o melhor para nós, até mesmo em momentos difíceis. Claro que não queria ter tido a lesão que me deixou fora das finais da B1. Por outro lado, pude ficar em casa mais tempo com minha esposa e filhos, e eles foram primordiais para que tudo corresse bem e eu ficasse bem tranquilo num momento delicado. Também não poderia deixar de agradecer ao doutor Marco Antônio (Teixeira), que me deu total suporte; ao Dr. Álvaro (Chaves, médico), responsável pela cirurgia e, principalmente, ao Darlann (Lemos, fisioterapeuta). Em duas semanas de fisioterapia eu já estava correndo, foi um trabalho maravilhoso!

A passagem do tempo acabou sendo útil não apenas para a recuperação do jogador, mas também para a melhor assimilação das ideias de Ney Barreto, cujo trabalho começou em meados da Segundona. O volante mostra muita confiança na evolução da equipe.

- Acho que todo treinador precisa de tempo e uma total confiança da direção pra trabalhar. O Ney aproveitou bem sua oportunidade e ele está com muita vontade. A continuidade é fundamental. O que na B1 estava começando em termos de ideias de jogo hoje está num patamar muito melhor e ainda tem muito a evoluir. Espero que o trabalho siga, pois o America precisa de pessoas que tem essa vontade de vencer e, principalmente que conhecem o clube e reconhecem a sua grandeza!

A Fase Preliminar do Estadual, porém, é um desafio cheio de peculiaridades. Corrêa disputará a competição pela terceira vez pelo Mecão e destaca aspectos importantes da postura para que venha o sucesso desejado.

- A Seletiva tem o lado emocional de se jogar cinco finais, e é preciso ter um cuidado especial para que isso não atrapalhe o desenvolvimento dentro de campo. Acredito que o controle emocional vai muito de confiar na ideia que foi proposta e na repetição do trabalho do dia-a-dia. Você precisa confiar no processo da preparação, pois isso traz uma confiança independentemente das adversidades que possam acontecer. A vontade de se preparar tem que ser maior do que a vontade de vencer.

Com 75 jogos pelo Mecão na carreira, Tiago é um cara querido pelo grupo, tanto pela reconhecida dedicação como pela postura em momentos importantes. Indagado se considera um líder, a resposta é sincera como faz habitualmente.

- Se ser líder for motivar o trabalho em equipe e fazer com que cada um se envolva e dê o melhor de si, acreditando no projeto do clube, a resposta é sim, me sinto um líder.

O America estreia no Campeonato Estadual no próximo dia 22 (domingo), contra o Macaé, às 15h, no Estádio Giulite Coutinho.

- Departamento de Comunicação - AFC