Partida disputada, mas com arbitragem questionável

08/02/2020
Em jogo de arbitragem polêmica, America empata com Friburguense

Com atuação questionável da arbitragem e revolta de jogadores e comissão técnica, o America sofreu o empate no fim contra o Friburguense. O clube segue na briga pela liderança do Grupo X e a garantia da permanência na elite do futebol estadual.

No primeiro tempo, o America começou a todo vapor. Com uma forte marcação, a equipe não deixou o Friburguense criar oportunidades. A pressão do time rubro deu certo. Após grande jogada, Daniel tocou para Breno mandar para o fundo do gol. No segundo gol, Breno,atento, aproveitou o descuido do goleiro, dominou a bola, partiu em direção a meta adversária e mandou no ângulo para fazer o segundo. Três minutos depois, o Friburguense diminuiu.

Na segunda etapa, o jogo manteve-se equilibrado, com o America iniciando melhor, com mais controle da bola. Quando a vitória parecia encaminhada, o Friburguense empatou em um lance polêmico. O jogador da equipe de Friburgo teria colocado a mão na bola. Após a jogada, todo o time do Mecão foi reclamar, mas não adiantou. Gol assinalado. O goleiro Deola, um dos destaques da partida, levou amarelo depois de questionar a marcação do árbitro. Bruno Veiga, no banco, foi expulso.

Ao final da partida, comissão técnica e jogadores foram questionar a atuação da arbitragem. O técnico Álvaro Gaia deixou o campo indignado com a atuação do trio. A diretoria do clube se pronunciará sobre o assunto.

Com o resultado, o America está segundo no Grupo X, dois pontos atrás do Americano. A próxima partida da equipe será contra a equipe de Campos, em Cardoso Moreira, no dia 15/02, às 15 horas.

Ficha da partida

Estádio Giulite Coutinho
Árbitro: Philip Goerge Bennett
Assistentes: Thiago Gomes Malgalhães e Thiago Rosa de Oliveira Esposito

America: Deola; Lucão, Emerson e Wallinson (Lucas Zen, intervalo depois Tiago Corrêa, 22/ 2ºT); Paulinho, Araruama, Anderson Künzel e Flamel (Marquinhos do Sul, 12/2ºT) e Christianno; Daniel e Breno. Técnico: Álvaro Gaia.

Friburguense: Afonso; Rodriguinho, Raniel, Bruno Leal e Ricardo (Mancini, 32/2ºT); Diogo, Jeffinho e Jorge Luiz; Estevão (Miguel, 16/2ºT), Jhonathan e Toshiya (Peterson, 46/2ºT) Técnico: Cadão.

Cartões amarelos: Deola, Christianno (AFC); Estevão, Diogo, Jhonathan, Jeffinho (FRI);

Gols: Breno, 20/1ºT (1-0); Breno, 24/1ºT (2-0); Bruno Leal, 27/1ºT (2-1); Toshiya, 37/2ºT (2-2);





COMPARTILHE: