Monarco com os seus dois dos seus amores: Portela e America (Foto: André Durão/GE.com)

30/08/2020
Agosto é o mês do Monarco

O mês de agosto está terminado e não poderíamos deixar de homenagear uma grande figura brasileira. No dia 17, há 87 anos, nascia Monarco, uma lenda do samba e de coração intensamente vermelho. Sua paixão pelo America foi à primeira vista. Ao ver a camisa rubra, deixou o vermelho e preto de lado e entregou seu sangue aos torcedores americanos.

Pelo Mecão, sua idolatria foi formada pela linha Tico-Tico no Fubá, com Maneco, “o Saci do Irajá”, China, César, Lima e Jorginho, que infernizavam as defesas adversárias com seus toques rápidos e envolventes.

Ano após ano, entre alegrias e tristezas, Monarco nunca deixou de ecoar seu amor pelo Mecão, seja nas arquibancadas ou no samba. Em 2009, interpretou no disco ‘Sou Louco por Ti America’ um samba de Jorge do Batuke, em homenagem ao saudoso americano, Lamartine Babo.

Entre o amor e dedicação ao samba, em especial à Portela, sempre houve um grande espaço para o Mecão. Em 1960, seu coração explodiu. Enquanto a escola de samba de Madureira cantava sobre o Rio de Janeiro e suas maravilhas, o America, nos pés de Nilo e Jorge, conquistava seu último título estadual. Monarco é – e sempre será - campeão no samba e gramado.





COMPARTILHE: