Garotos da base estarão a disposição do técnico Álvaro Gaia (Foto: Juliana Oliveira/AFC)

29/12/2020
De emprestados a promovidos: jovens do America estão prontos para ajudar na temporada

O planejamento do America para 2021 é simples e claro: ter juventude e experiência qualificada para avançar no Campeonato Carioca. O clube trouxe jogadores com alta rodagem e qualidade no futebol, como Deola, Richarlyson,com passagens por clubes da Série A, entre outros, mas também valorizou a base que contribuiu significativamente na manutenção da equipe na primeira divisão estadual neste ano. Caio, Franck, Gabriel Palma, Guilherme Silveira, Knupp, Marquinho e Renan terão a companhia dos recém-promovidos Agú e Giulliano para fortalecer o Mecão na disputa da competição. Além disso, estão sob avaliação os jovens Marreta, Coutinho, Renan Gonçalves e Baiano, que também fizeram parte da equipe Sub-20.

A integração entre os jovens da base com a equipe profissional ocorre com êxito desde a implementação do Plano Estratégico de Modernização, na questão do Desenvolvimento do Futebol. Com o cancelamento da edição 2020 da Copa Rio, o America ficou sem calendário no segundo semestre. Com isso, os nossos jovens que se destacaram na temporada foram emprestados para equipes do Rio de Janeiro e de fora do estado para ganhar rodagem.

O processo de transição da base para o profissional é feito com muita cautela para aproveitar ao máximo os jovens jogadores. Mesmo que não seja de imediato, todos os garotos sabem que em algum momento serão relacionados. O lateral e zagueiro, Caio, jogou a fase final da seletiva deste ano e agarrou a oportunidade. No segundo semestre, o jovem foi emprestado ao Serra Macaense e destacou a importância deste momento:

- Foi uma experiência muito boa e importante para me manter em atividade no segundo semestre, para que, quando voltasse as atividades no America, estivesse em boa forma para ajudar a equipe. [O empréstimo] acrescentou muito para a minha carreira. No Serra Macaense, atuei em todas as partidas da competição como titular e na posição de zagueiro, onde me senti muito bem e confiante. Tendo mais de uma função, posso atuar tanto de defensor como de lateral.

O meia Guilherme também viveu a experiência de atuar por outro clube durante o segundo semestre. Na segunda metade do ano, o jovem atuou pelo Coruripe-AL, onde disputou a Série D do Brasileirão. Guilherme destacou como esse período fora do Rio de Janeiro foi importante para a sua carreira:

- Foi uma experiência muito importante. Pude ter contato com outra comissão técnica, outros jogadores e conquistar novos aprendizados e novas experiências, além de aprimorar algumas coisas no meu futebol. Espero poder contribuir com o America com tudo que aprendi.

Do Sub-20, vieram para o profissional o jovem zagueiro Matheus Giulliano e o meia Agú. Também faria parte da equipe principal o atacante Macário. Contudo, o atacante e seu empresário recusaram as diversas propostas de renovação apresentadas pelo America e optaram por seguir o caminho fora do clube.





COMPARTILHE: