03/04/2014
Presidente Léo Almada discursa na Câmara dos Deputados sobre débitos fiscais de clubes brasileiros

A última quarta-feira foi um dia importante, que marcou a força do America no cenário nacional. Convidado pelo deputado federal Otávio Leite (PSDB-RJ), o presidente do clube, Léo Almada, discursou na Câmara dos Deputados, em Brasília-DF, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, sobre a necessidade de se renegociar os débitos fiscais dos clubes de futebol.

No discurso, Léo sugeriu medidas a serem tomadas pelo governo e contrapartidas oferecidas pelos clubes, e destacou algumas das principais dificuldades de se administrar agremiações esportivas históricas na atualidade. O presidente deu ênfase a três pontos: a obrigatoriedade de os clubes manterem escolas em seus centros de treinamento, voltadas para atletas das categorias de base, a volta do vínculo entre clubes e atletas por meio do passe, e uma legislação mais rigorosa contra atos de vandalismo no esporte, transformando-os em crime hediondo. Isto é: com penas mais longas, cumpridas em regime inicialmente fechado.

- É impossível que as famílias que antigamente compareciam aos estádios, com pai, filhos, esposa, deixem de comparecer em função da insegurança reinante. Em consequência disso, eu gostaria que se propusesse uma inclusão na legislação, classificando esse crime dos vândalos como crime hediondo. Temos que ir forte, porque é impossível continuar como está ocorrendo – defende o dirigente.

O presidente do Mecão explicou também a importância dos outros dois pontos, que qualifica como fundamentais para o equilíbrio na relação entre os clubes e a sociedade.

- Sugiro que haja a obrigatoriedade de os clubes manterem uma escola no reduto do seu centro de treinamento, porque perdem-se muitos craques, e muitas crianças deixam de estudar porque não podem conciliar o horário escolar com o treinamento. Sobre o passe, antigamente, os clubes tinham a condição um determinado atleta para um coirmão e até para o exterior. Com a invasão dos empresários, nós estamos ficando cada vez em pior situação financeira – critica.

No fim do discurso, o deputado Jovair Arantes (PTB-GO) agradeceu a presença do presidente do America, e lembrou que este é o clube do coração do deputado Romário (PSB-RJ).