José Reis é o novo Gerente de Futebol do America. Foto: Raffa Tamburini/SportVoice

09/06/2014
Planejamento é o foco de José Reis, novo Gerente de Futebol

Na última sexta (6), em uma reunião da cúpula do Futebol do America, na sala de coletiva de imprensa do Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, o novo gerente de futebol profissional rubro foi apresentado. José Reis, que passou por Cabofriense, Volta Redonda, Criciúma-SC, Mogo Mirim-SP, citou que há muito o que se fazer – mas nada sem planejamento, sua premissa -, o que não diminuiu seu otimismo em bons resultados do futebol num futuro próximo.

- Chego otimista porque o espírito e a mentalidade é positiva, mas não podemos deixar a emoção conduzir as coisas. Temos que entender a situação real do America e saber quais recursos estarão disponíveis para nós neste momento. A premissa máxima é o planejamento, sejam em clubes de maior ou de menor investimento. Por isso temos que definir o que temos e o que queremos, para entender e buscar os meios para estas conquistas. Penso que estes primeiros dias serão de muita análise e muitas coisas precisam ser implementadas. No entanto vejo que há uma boa fé, uma boa intenção e o presidente está bem envolvido, o que vai nos ajudar a desempenhar um bom trabalho através de um planejamento e uma gestão profissional – relatou.

Entre outros pontos abordados, o Gerente de Futebol expôs os motivos que o fizeram aceitar a proposta de trabalhar no America, além de ressaltar sua crença em uma evolução gradativa dos resultados.

- Aceitei a proposta, primeiro, pela grandeza e a história do clube, que dispensam comentários. Voltar a trabalhar com o Aílton também foi um dos motivos, já que trabalhamos juntos em duas oportunidades e, em uma delas, em 2007, fomos vice-campeões da Copa Rio pela Cabofriense. O Aílton me falou sobre tudo o que estava acontecendo no America e achei por bem encarar este desafio. A caminhada é longa e não vai ser fácil. Porém acredito que, com a mentalidade do presidente e com o empenho de todos, a chance de conseguirmos êxito a médio e longo prazo é grande. Vamos colocar um tijolo de cada vez, de uma forma pautada e, quem sabe, em 2016 podemos ter o America disputando a Série A do Carioca e a Série C do Brasileiro.


COMPARTILHE: