Taércio marcou o gol de empate do America com o Nova Iguaçu. Foto: Raffa Tamburini/America Rio

22/09/2014
Empate com o Nova Iguaçu anima Taércio: ´classificação só depende de nós`

O gol de cabeça de Taércio, no fim do confronto com o Nova Iguaçu decretou um importante empate para os rubros. O resultado de sábado (20), na casa do rival - o Estádio Jânio Moraes -, manteve o America na segunda colocação do Grupo A da Copa Rio, no G2 para a segunda fase dois pontos a frente dos Iguaçuanos e a três do líder, Volta Redonda. Desta forma, ainda com dois jogos por fazer, a equipe americana depende apenas de suas próprias forças para se classificar, fato que empolgou o volante.

- O resultado foi muito importante, porque saímos perdendo de 1 a 0. Além disso, nos jogos fora de casa pensamos sempre em pontuar. No entanto o melhor é que agora dependemos apenas de nós e isso é muito bom. No atual cenário jogamos a responsabilidade para cima do Nova Iguaçu, que vai ter um difícil confronto no meio de semana. Por isso penso que seria boa uma vitória do Volta Redonda sobre eles (Nova Iguaçu), pois no nosso próximo jogo colocaríamos uma das mãos na classificação com um triunfo – relatou Taércio.

O meio-campista aproveitou para comentar sobre o confronto com os Iguaçuanos. Taércio também reforçou sua confiança, e a do elenco, na classificação, o que presentearia o presidente do America e a torcida americana, pela dedicação e apoio ao longo do ano e na Copa Rio.

- Estávamos mandando no jogo e sofremos um gol de bola parada num erro de marcação. Isso nos desestabilizou um pouco, mas depois conseguimos retomar as rédeas do confronto e empatamos. Isso aqui é America e os jogos são sempre complicados. No entanto acredito que vai dar tudo certo. Foi montado um grupo forte e queremos nos classificar para manter a nossa chance de título. E almejamos isso principalmente para o presidente Léo Almada e para os torcedores, que merecem bons resultados – ressaltou.

Gol como recompensa

Taércio sofreu uma paralisia facial pouco antes do início da Copa Rio. Este problema deixou o atleta um pouco desanimado, no entanto o mesmo seguiu trabalhando, retomou sua condição de titular e colaborou, diretamente, para o empate contra o Nova Iguaçu. O gol do importante resultado animou o volante, que viu o feito como uma recompensa por sua dedicação ao longo do difícil período. Emocionado o volante dedicou o tento para todos os que o ajudaram a superar este drama pessoal.

- Deus ajuda quem trabalha. Tive uma paralisia facial e fiquei meio triste. Contudo continuei trabalhando e Deus me abençoou. Penso que quando nos empenhamos de forma correta sem pisar em ninguém, tanto na vida pessoal como na profissional, somos agraciados e foi o que aconteceu. E esse gol veio a calhar, e só tenho a agradecer a todos os meus companheiros e funcionários do America, que me apoiaram. Por isso foi gratificante poder ter contribuído com um pouco dessa alegria pelo empate – finalizou.


Raffa Tamburini/America Rio






COMPARTILHE: