Wanderson Medina estudou os pontos fortes e fracos do Madureira. Foto: Raffa Tamburini/America Rio

20/10/2014
Otimista, auxiliar técnico reforça: `temos condições de bater o Madureira`

O auxiliar técnico de Ailton Ferraz, Vanderson Medina, é o principal observador dos adversários do rubro. Desde o início da segunda fase estudando o Madureira, próximo rival do Mecão, ele fala com propriedade sobre o oponente de quarta (22). E mesmo respeitando a forte equipe do Madura - em sua avaliação -, Vanderson mantém otimismo na vitória do America em Mesquita.

- Não estamos livres de preocupações, pela qualidade demonstrada pelo Madureira. No entanto temos que fazer o nosso papel dentro casa. Ver o nosso time e sentir o que ele vem fazendo nos treinamentos aumentam a minha confiança. Pelo plantel que tem, o America possui plenas condições de fazer um bom jogo. Respeito a equipe do Madureira, que está buscando o acesso para a Série B do Brasileiro, mas tenho convicção no triunfo americano - comentou.

Para o Mecão não se distanciar dos líderes do Grupo F e tentar entrar no G2, vencer o Madureira é de suma importância para o auxiliar. Por isso o mesmo citou alguns pontos que devem ser observados no rival, para que os rubros consigam sair com os três pontos.

- Nós (da comissão técnica) estamos observando e conversando sobre o estilo de jogo deles e temos até quarta para definir como vamos explorar alguns pontos fracos do nosso rival. Pela historia do Madureira, em formar bons jogadores, e pelo seu elenco sabemos que vamos enfrentar uma equipe bastante qualificada. Creio que eles vão explorar a velocidade da juventude deles, pois hoje o futebol é velocidade. Contudo temos jogadores experientes e também jovens, com muita capacidade. Além disso o nosso time está bem fisicamente e, por isso, não temos o que temer - disse.

Coletivo no GC

O treinador do America, Ailton Ferraz, comandou o Rubro nos treinamentos da manhã desta segunda-feira (20). Foram aproximadamente 30 minutos de finalizações e o mesmo período de um coletivo, este com algumas orientações do técnico. Após as atividades, que aconteceram no Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, alguns jogadores treinaram cobranças de faltas e penalidades.



COMPARTILHE: