José Reis manteve sua crença na classificação. Foto: Raffa Tamburini/America Rio

31/10/2014
Gerente de Futebol reforça apoio aos atletas: ´acredito no grupo e na classificação`

A segunda fase da Copa Rio está chegando ao fim e a chave do America segue indefinida. Restando dois jogos para o término desta etapa do torneio, os rubros estão na terceira posição no Grupo F, com 5 pontos, atrás dos líderes Madureira e Resende, com 6 pontos cada, e a frente do Bangu, com 4 pontos, seu próximo rival. O cenário atual, pensando na classificação, não permite que o Mecão tropece. Assim sendo, com base nas atuações de igual para igual com os times da Série A do Estado e na qualidade do atletas rubros, José Reis, o gerente de futebol americano, se manteve confiante e dedicou apoio ao elenco e sua Comissão Técnica.

- Acredito no grupo. Dou meu apoio, irrestrito, para a Comissão Técnica e atletas desde o começo, e agora ainda mais, pois só assim conseguiremos a classificação, que é bastante importante para o America. Apesar de sermos a única equipe da segunda divisão do Estado nessa fase da Copa Rio estamos jogando de igual para igual com todos os times da primeira divisão do Carioca. Nossa chave não está definida, está tudo em aberto - comentou.

Reis foi ainda mais incisivo em suas palavras e afirmou que sua única expectativa é a classificação para a semifinal. Para isso uma vitória sobre o Bangu seria fundamental, aos seus olhos, e o gerente assegurou que é justamente isso que os rubros vão buscar no clássico.

- A expectativa é a da classificação para a semifinal. Por isso a proposta é conquistar a vitória sobre o Bangu, mas um empate não é um resultado ruim, considerando que ainda jogaremos com o Madureira. Contudo, com certeza, vamos buscar esses três pontos, pois com esse triunfo (e dependendo dos outros resultados), podemos chegar na última rodada dependendo de um ponto para avançar de fase - disse.


Foto: Raffa Tamburini/America Rio

Comparação na classificação obtida

Na primeira fase o America passou por uma situação parecida com a que vive agora. Depois de uma derrota para o Volta Redonda a equipe da Rua Campos Sales deixou o G2 de seu grupo, mas se recuperou e obteve dez pontos de doze possíveis para conquistar sua classificação antecipada (contando apenas os jogos contra Duquecaxiense, Audax e Volta Redonda, no Giulite Coutinho, e Nova Iguaçu, no Jânio Moraes). Para José Reis, este feito só foi possível graças ao apoio dos torcedores e à experiência do elenco, que hoje está ainda mais maduro e pronto para começar a reverter o quadro com um triunfo sobre o Bangu.

- Traçando um paralelo entre o momento vivido na primeira fase (na qual após uma derrota para o Volta Redonda, nos recuperamos e conquistamos a classificação) e o atual, vejo que hoje temos um time mais maduro e consistente. Além disso ganhamos respeito na competição, não só pela camisa do America, mas pelo o que o time vem apresentando. Por isso esperamos um Bangu bastante apreensivo com a nossa equipe, porque o resultado na nossa casa não foi o retrato do jogo. Vivemos um momento diferente, e a experiência do grupo e o apoio da torcida vão ser fundamentais para vencermos - concluiu.

Treinamentos

No Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, na manhã desta sexta (31), o America realizou um treino técnico, focado nas finalizações. A atividade teve duração aproximada de uma hora. No sábado (1/11), no mesmo local e turno, o Mecão encerra as atividades da semana.





COMPARTILHE: