Edu Coimbra (d), diretor executivo de futebol do America, Léo Almada (c), presidente do clube, e Marcelo Burgos, Vice-Presidente de Planejamento, Comunicação e Marketing, conversaram com torcedores. Foto: Raffa Tamburini/America Rio

08/02/2015
Edu promove encontro com a torcida

Logo após o jogo-treino de sábado (7/2), contra o Campo Grande, o Diretor Executivo de Futebol do America, Edu Coimbra, promoveu um encontro com torcedores do Mecão. A reunião aconteceu na Sala de Imprensa do Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, e contou com a presença do presidente americano, Léo Almada, do Vice-Presidente de Planejamento, Comunicação e Marketing, Marcelo Burgos, e de diversos apaixonados pelo America, como a própria Tia Ruth. A convocação, feita por Edu, o maior ídolo dos rubros, teve como principais motivos mostrar o trabalho feito pela gestão do futebol e ressaltar a importância do torcedor americano no atual momento do clube.

- A intenção principal é que o torcedor saiba que tipo de trabalho estamos executando aqui. A confecção deste (trabalho) tem tido resultados excepcionais, em todas as categorias, é claro que com ênfase maior no profissional. O que (também) me levou a conversar com a torcida americana é que nós consideramos de suma importância a participação deles, de um modo altamente eficaz e positivo, sem aquela agressividade que tem sido comum na maioria dos torcedores. (Por isso peço) que eles passem a agir de um modo menos passional e mais racional, para que as coisas fluam dentro de campo, com reflexo positivo. Estamos atentos aos torcedores e damos moral a eles - disse.

A reunião durou cerca de duas horas e contou com depoimentos da maioria dos presentes. O encontro foi bastante produtivo para Edu, que acredita que o papel do torcedor é fundamental nesta Série B. Para ele a postura positiva do torcedor neste Estadual influenciará beneficamente a atuação dos atletas em todos jogos do America. No fim da reunião torcedores, que levaram um bolo, cantaram parabéns para Léo Almada e Edu, que aniversariaram nos dias 4 e 5 de fevereiro, respectivamente.

- (Quero) que os torcedores entendam que hoje eles têm um símbolo dessa luta, desse sacrifício, que se chama Léo Almada. Essa é a figura central, que merece todo esse carinho que o torcedor pode levar para os jogadores. O que o Léo espera com sua conduta pausada, serena e educada? Ele almeja que os torcedores tenham a mesma postura, sem deixar de aplaudir os atletas. Se o jogador estiver negligente em campo, sem se esforçar, obviamente o torcedor tem direito de cobrá-lo (das arquibancadas). Contudo se o atleta estiver lutando, dando seu máximo dentro de campo, e errar uma bola, não tem que ser cobrado com muita agressividade, e sim o contrário, sendo aplaudido mesmo no erro - concluiu.

Confiança no acesso

Edu também falou sobre o futebol profissional do America e não escondeu seu otimismo em relação à campanha do time na Série B. Em seu discurso o dirigente rubro disse acreditar indubitavelmente no acesso para a elite do Rio e ainda elogiou o técnico Arturzinho, responsável por comandar o America neste torneio.

- Estamos com um treinador altamente gabaritado. Já temos o que vai ser uma equipe de futebol e eu tenho certeza que o America vai ser brilhante em campo, e vai subir. Não tenho a menor dúvida de que o clube vai sair dessa situação e vai se projetar novamente na Série A do Futebol Carioca - relatou.