Centroavante marcou o terceiro gol do Mecão sobre o São Cristóvão. Foto: Raffa Tamburini/America Rio

01/04/2015
Após marcar primeiro gol pelo America, Somália elogia dupla de ataque rubra

O domingo (29) foi de muita felicidade para o centroavante Somália. Além de marcar seu primeiro gol a serviço do America, o jogador viu sua equipe derrotar o São Cristóvão po 3 a 0 no Luso Brasileiro, com boas atuações dos atacantes do elenco. Contente com a exibição de seus companheiros de posição, o jogador relatou ser o torcedor número 1 da dupla de ataque que vem atuando como titular - Marcelinho e Fábio Saci - e garantiu que ambos merecem seguir entre os onze de Arturzinho. O atacante ainda ressaltou que a forma de trabalho do treinador Rubro é a mais correta e formará uma equipe vencedora, pois Arturzinho sempre prioriza os que estão em um melhor momento.

- Nós estamos muito felizes pelo grupo. Os que estiverem melhor no momento vão jogar e é isso que o Arturzinho frisa. Ele é um treinador maravilhoso, que prioriza o elenco. Isso nos deixa muito bem, pois é assim que se forma uma equipe vencedora. Não tem inveja, preconceito e nem ciúme bobo no America. Aqui é um grupo e quem estiver melhor vai estar entre os onze, independente se a pessoa é mais valorizada pela mídia ou não. Não assinei contrato para ser titular, mas para ajudar o America a subir para a primeira divisão. Para mim é um prazer jogar ao lado do Saci, do Marcelinho e sou torcedor fanático deles. É lógico que eu quero jogar. Mas a oportunidade foi dada e eles estão melhores do que eu. Tem que permanecer assim. Em time que está ganhando não se mexe - disse.

A mesma empolgação empregada no discurso sobre seus companheiros de posição foi utilizada quando Somália falou sobre desencantar com o manto rubro. Com o fim da ansiedade que o assolava, mesmo que levemente nas primeiras partidas, o atacante se motivou ainda mais nos treinamentos do Mecão. Agora mais focado e com mais disposição, Somália quer colaborar com mais vitórias do America, se possível, com gols.

- Antes de tudo ressalto que vestir as cores do America me traz muita felicidade. Para um centroavante com o nome e o peso que eu tenho no futebol brasileiro, passar algumas partidas sem marcar, bate uma ansiedade. Não que eu estivesse apavorado. Contudo é logico que depois que saiu o primeiro gol me deu tranquilidade e uma empolgação a mais para trabalhar, mais focado e com mais disposição para conseguirmos os nossos objetivos, que são as vitorias. Independente de ser centroavante é sempre bom marcar gols, e depois de ter marcado contra o São Cristóvão as coisas voltam ao normal - concluiu.

Treinos

Os rubros realizaram treinamentos táticos - posicionamento e um pequeno coletivo, vencido pelos titulares por 1 a 0, gol de Wagner Diniz - e técnicos - cruzamentos e finalizações - nesta quarta-feira (1/4), no Centro de Futebol Zico. As atividades, que aconteceram na parte da tarde, duraram duas horas. No mesmo período, mas na terça (31), o complemento do treino integral foi um trabalho técnico em campo reduzido, que durou cerca de uma hora. Este treinamento aconteceu no Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita.