Ricardo Cruz é o treinador dos rubros. Foto: Raffa Tamburini/America Rio

29/06/2015
Ricardo Cruz: ´O America vai trabalhar sempre pensando em vencer`

No sábado (27) a vitória do Americano sobre a Portuguesa confirmou a necessidade da disputa do Triangular Final do Estadual, que, além dos dois times citados, contará com a participação do America. O Rubro, que seguiu se preparando para a reta final da Série B do Carioca, apesar da possibilidade de ter conquistado o acesso de forma antecipada - que teria acontecido se a Lusa tivesse vencido o returno -, se dedica nos treinamentos para buscar a vaga na Série A do Rio. Entrando no Triangular Final com um ponto a menos que os rivais - já que a Portuguesa e o Americano, por terem conquistado o primeiro e o segundo turno da Série B, respectivamente, entram com um ponto no Triangular - o Mecão tem quatro jogos para reverter a desvantagem e garantir o acesso como Campeão ou Vice do certame. Ricardo Cruz, o treinador do Mecão, acredita que, para que isso aconteça, o America necessita sempre buscar a vitória, jogando como mandante ou visitante.

- Nesse Triangular Final são poucos jogos e o empate, a princípio, não nos interessa. O America vai trabalhar sempre pensando em vencer, para que a gente tire a diferença de pontos (do Americano e da Portuguesa, que entram com um ponto a mais). Se a gente pensar em empatar os primeiros jogos, quando chegarmos no terceiro e no quarto duelo estaremos em uma situação difícil. Temos uma desvantagem de um ponto, mas o mais importante de tudo é a gente jogar para vencer e conseguir as vitórias. Se conseguirmos 12 pontos, acabou. A gente sabe o quanto é difícil, porém vamos trabalhar para isso, para o máximo. Conseguiremos a classificação ou o título trabalhando assim, pois se a gente trabalhar pela metade, 70% ou 80%, não vamos conseguir o nosso objetivo e estaremos abaixo do nível que a gente precisa nos jogos - comentou.

Ricardo embasou seu pensamento em suas experiências como jogador e preparador de goleiros, declarando não ver como impossível vencer o Americano em Campos e a Portuguesa na Ilha do Governador. Sem desdenhar dos rivais e respeitando ambos, o treinador americano ainda citou o equilíbrio entre os times participantes do Triangular Final. Por fim, Ricardo declarou que, apesar das prováveis dificuldades encontradas, o America vai sempre trabalhar pensando ser possível conquistar o acesso para a elite do Futebol Carioca.

- Pela minha experiência no futebol, não há coisa impossível nesse esporte. O Americano vem numa crescente e eu acho que é um ponto positivo para eles. A derrota da Portuguesa pode trazer algum desânimo (para a Lusa) e quebrar um pouco do ritmo deles. São coisas que podem acontecer, tendências. Mas o equilíbrio é muito grande entre esses três times. Não tem a menor chance de trabalhar achando que o America não tem condição (de conquistar o acesso), que é impossível, por exemplo, a Portuguesa perder em casa, como não tinha acontecido, mas tudo tem uma primeira vez, como aconteceu. E porque não ganhar do Americano em Campos? Lógico que é difícil, porém vamos com confiança, acreditando na vitória em qualquer campo, contra qualquer adversário - relatou.

Treinos

Os rubros abriram a semana de treinos com atividades técnicas - pequenos jogos de campo reduzido - nesta segunda (29). Os trabalhos, que duraram cerca de 1h30min para os jogadores de linha, e 2h para os goleiros, aconteceram no Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita. Na terça-feira (30) pela manhã os treinamentos voltarão a acontecer no GC.





COMPARTILHE: