America Football Club
NOTÍCIAS
HOME   |   NOTÍCIAS
31/03/2021
Jogo rápido com Matheus Giulliano


Zagueiro Matheus Giulliano em atividade de preparação física com o grupo. Foto: Vinícius Lima/AFC

Matheus Giulliano é mais um jogador proveniente das divisões de base do America. O zagueiro de 18 anos assinou o seu primeiro contrato como profissional no fim de 2020 e fez a sua estreia contra o Americano, na última partida da Fase Preliminar do Campeonato Carioca. Já integrado e adaptado ao elenco principal, Giulliano fala sobre sua expectativa para disputar a Série A2 do Campeonato Carioca, da importância das categorias de base do clube no processo de sua formação como profissional e também da sensação de assinar o contrato com o clube.

Confira a entrevista completa:


Sensação ao assinar o primeiro contrato profissional com o America

Foi uma sensação inexplicável. Uma coisa que aconteceu muito rápido, eu vinha atuando com o elenco da base, e foi comunicado que eu assinaria o contrato como profissional do clube e foi uma euforia. Um pouco difícil de lidar, mas mantive a cabeça no lugar, trabalhando firme e, enfim, sem palavras. eu não tenho nem palavras para explicar este momento da minha vida.

Transição para o profissional

Foi um pouco difícil no início. É diferente, uma coisa nova. Na base é um jeito, no profissional é outro. Mas tentei me encaixar o máximo possível para poder ajudar a minha equipe jogando e pude fazer a minha estreia.

Estreia com o time profissional

Na minha cabeça se passou um pouco de tudo. Todos os momentos que eu estava passando dentro de casa e as dificuldades que eu vinha enfrentando durante os treinamentos com o time.Mas eu estava bem tranquilo, já que subi agora, vinha fazendo essa transição, então estava com a cabeça no lugar sabendo que uma hora ia surgir uma oportunidade. Apareceu, consegui entrar, ganhamos o jogo e agora no próximo campeonato a minha meta é estar jogando, atuando, e se Deus quiser irmos para a primeira divisão com o America.

Relacionamento com os veteranos

Tem sido algo muito bom para mim. Por ser novo, estou aprendendo bastante e vou usufruir dessa troca de experiências da melhor maneira possível.

Evolução

A evolução maior tem sido na marcação. Eu tenho visto que não são todas as jogadas que eu preciso dar o “bote” sendo zagueiro. Há momentos em que a melhor opção é apenas cercar o jogador com a bola, isso o fará tocar para trás. Desta forma, evita que possamos cometer alguns erros, como fazer uma falta ou dar o bote errado, falhar e o jogador adversário concluir para o gol.

Recado para o torcedor

O torcedor poderá esperar de mim muita vontade nos jogos, nos treinos, e o mais importante: a vontade de vencer sempre. Muita vontade de jogar para ganhar mesmo e subir! Atingir o nosso maior objetivo que é subir para a primeira divisão.

Você também pode conferir esta e outras entrevistas completas em nosso canal no Youtube: youtube.com/americatvoficial




Rua Gonçalves Crespo, 274 - Tijuca - Rio de Janeiro - Tel.: (21) 2569 2060
Copyright © 2021 Direitos Reservados. Desenvolvido por FelipeAlves.com