America Football Club

Homenagem do America a Pelé

Compartilhar
Pelé com a coroa de rei em seu jogo de despedida da seleção no estádio do Morumbi em 1971. Foto: Divulgação
Pelé foi um Rei para o mundo do futebol. Jogar com ou contra o maior de todos os tempos sempre foi motivo de orgulho.

Pelé foi um Rei para o mundo do futebol. Jogar com ou contra o maior de todos os tempos sempre foi motivo de orgulho. O atleta do século XX, o maior da história. Nós também tivemos participação na trajetória do Rei Pelé. Hoje, o America decreta luto de sete dias pelo falecimento do grande nome do esporte brasileiro.

A primeira vez que Pelé foi chamado de Rei

Na noite chuvosa de 26 de fevereiro de 1958, America e Santos se enfrentaram pela primeira rodada do Torneio Rio-São Paulo, partida que marcou a reabertura do recém reformado Maracanã. O clube santista venceu o rubro por 5 a 3, mas o que chamou a atenção foram os quatro marcados por Pelé. Com essa belíssima atuação, na crônica escrita por Nelson Rodrigues, o então jovem Edson Arantes do Nascimento, na época com apenas 17 anos, foi chamado de Rei do futebol pela primeira vez. 

Pelé e Edu Coimbra em partida entre Santos e America no Parque Antártica. Foto: Divulgação
Pelé e Edu Coimbra em partida entre Santos e America no Parque Antártica. Foto: Divulgação

– Sozinho, liquidou a partida, monopolizou o placar – declarou o jornalista Nelson Rodrigues (1912-1980), na crônica A realeza de Pelé. Ao seu lado na arquibancada, um torcedor americano também não economizou palavras: Vá jogar bem assim no diabo que o carregue!

Dos quatro gols sofridos pelo goleiro Pompeia, um deles chamou a atenção do cronista. Antes de marcar o gol, Pelé driblou o primeiro, entortou o segundo e cortou o terceiro zagueiro – até que chegou um momento em que não havia mais ninguém para driblar. Não existia uma defesa. Ou por outra: a defesa estava indefesa – exaltou o jornalista.

Matéria do jornal A Gazeta Esportiva sobre o jogo Santos 5 x 3 America, em 1958. Foto: Divulgação.
Matéria do jornal A Gazeta Esportiva sobre o jogo Santos 5 x 3 America, em 1958. Foto: Divulgação.

Já o periódico paulista A Gazeta Esportiva destacou o poder ofensivo do clube praiano: Tendo na frente a figura de Pelé, que foi o artilheiro da noite com quatro belos tentos, o Santos venceu o America como quis. Desde as primeiras manobras demonstrou sua superioridade técnica, não se deixando bater nem mesmo quando os cariocas, ainda que por dois minutos, viraram o marcador.

Também foi destacada a satisfação do torcedor: Não levando em conta o resultado do embate (…) o conjunto paulista demonstrou excelência de futebol, confirmando ser um dos melhores times do Brasil.

Três meses depois dessa partida, a primeira a chamar Pelé de Rei, o craque e a seleção brasileira de futebol foram coroados campeões do mundo na Copa do Mundo da Suécia.

Relacionados

Comunicado

Diretrizes Eleição do Conselho Deliberativo

Gostaríamos de convocá-los para a próxima reunião do Conselho Deliberativo, que ocorrerá no dia 1° de abril de 2024, às 19h, no auditório da SINOREG/RJ, localizado na Rua da Ajuda, 35, 4° andar 1, Centro.

Nota de Pesar

Nota de Pesar – Wilson Machado

É com profundo pesar que o America Football Club lamenta o falecimento de Wilson Machado, torcedor e sócio proprietário, ex-diretor…

Newsletter

Scroll to Top