America Football Club

Sub-20: America encerra a preparação para enfrentar a Cabofriense

Compartilhar
O zagueiro Matheus Giulliano tornou-se capitão ao ser reintegrado ao Sub-20. Foto: Vinícius Lima/AFC
Em jogo válido pela segunda rodada da Série A2, a equipe Sub-20 do America empatou em 1 a 1 contra o Duque de Caxias.

Em jogo válido pela segunda rodada da Série A2, a equipe Sub-20 do America empatou em 1 a 1 contra o Duque de Caxias. Agora o Mecão enfrenta a Cabofriense no estádio Leônidas da Silva, em Bonsucesso, nesta quarta-feira (07/07)  às 15h em jogo válido pela terceira rodada da Taça Santos Dumont.

 O zagueiro Matheus Giulliano  falou sobre a competição e de como a equipe vai encarar os próximos desafios durante a temporada. 

– Sabemos que é um campeonato muito difícil, vamos disputar jogos em campos irregulares, mas estamos trabalhando forte para que possamos enfrentar essas dificuldades. Amanhã é mais um jogo com essas características, mas vamos para dentro deles e buscar os três pontos.

O jogador  também esteve integrado ao elenco dos profissionais no início deste ano. Ao regressar ao plantel do Sub-20, o jogador tornou-se capitão da equipe  e contou como essa experiência foi importante e como busca passar isso aos demais atletas. 

– Acredito que a braçadeira de capitão seja um fruto do meu trabalho. Sendo capitão ou não, fico muito feliz por estar atuando e mostrar o meu trabalho dentro do America. Ao voltar para o Sub-20, tentei passar um pouco dessa experiência aos meus companheiros. Sempre busco orientá-los sobre posicionamento, ouvir mais o que o treinador tem a dizer, já que ele está de fora vendo o jogo, tem uma visão do que ocorre dentro de campo melhor que a gente. Além de colocar  todos os conceitos em prática para atingirmos resultados. Fazer gols e buscar ser a defesa menos vazada da competição. 

Quem também falou sobre as expectativas para o próximo jogo foi o lateral Anderson que abordou a forma como a equipe tem de se portar diante de um adversário como a Cabofriense. 

– Vamos encarar esta partida da melhor forma possível. Nós vamos partir para dentro, faremos o que melhor sabemos fazer. Não vamos deixá-los respirar, apertá-los e sair com o melhor resultado possível. Também devemos tomar cuidado para não quebrar a linha de 4, ter muita atenção durante o jogo todo. Temos de estar compactados e não tomar bola nas costas.

O técnico Marcus Dantas falou sobre a importância deste processo na formação da equipe, sobre as atuações do time e como projeta o jogo contra a Cabofriense. 

– O nosso time ainda vai oscilar um pouco, isso dentro do nosso processo, pensando no nosso modelo tático e estratégico. Essas oscilações são normais. O importante é o desenvolvimento dos  atletas. Para este jogo contra a Cabofriense, vamos buscar uma proposta diferente. Nossa ideia é administrar melhor o jogo e facilitar o trabalho dos meninos dentro de campo. Oscilar dentro do jogo não significa que a equipe foi mal. É um processo de amadurecimento do nosso grupo de atletas. A gente trabalha muito bem isso nos treinamentos, de forma individual e coletiva.

 Arbitragem

 Árbitro: Anderson Celestino Patrício

 Árbitro Assistente N°1: Rafael Murilo da Silva Pinho

 Árbitro Assistente N°2: Felipe Gaio do Nascimento de Souza

 4° árbitro: Thiago Gomes da Silva

 Transmissão  

 Você poderá acompanhar informações nas principais redes sociais do America. Tempo real pelo Twitter: @americarj e stories no Instagram: @americarjoficial.

Relacionados

Comunicado

Diretrizes Eleição do Conselho Deliberativo

Gostaríamos de convocá-los para a próxima reunião do Conselho Deliberativo, que ocorrerá no dia 1° de abril de 2024, às 19h, no auditório da SINOREG/RJ, localizado na Rua da Ajuda, 35, 4° andar 1, Centro.

Newsletter

Scroll to Top